Guia para a espuma perfeita no matcha

Se você já é familiar ao universo do matcha, já deve ter percebido que o ritual de preparo da bebida envolve alguns detalhes e técnicas únicas. E a espuma que ser forma na superfície do matcha é algo muito importante para uma boa experiência: além de trazer mais beleza para o seu matcha, a aeração cumpre um papel fundamental na percepção sensorial e também é um ótimo indicativo de qualidade e preparo correto. 

Para se ter uma ideia de quão importante é a espuma do matcha, algumas famílias tradicionais do Japão têm seu próprio “nível de aeração” no preparo, como uma assinatura. Assista AQUI como preparar seu matcha.

Por que o matcha forma espuma?

A espuma do matcha acontece graças a reação entre os aminoácidos e as saponinas, substâncias tensoativas que, quando agitadas, retêm o ar formando uma cadeia de pequenas bolhas e conferindo a textura aerada e cremosa. 

Um matcha de boa qualidade vai gerar uma espuma consistente e trará um toque aveludado na língua e sabor suave. Por isso, o Matcha Cerimonial – que é o grau de máxima qualidade e indicado para consumo puro – vai produzir muito mais espuma do que o Premium ou o Culinário, perfeitos para usar em drinks e receitas, respectivamente. 

Já tentei de tudo, mas meu matcha não forma espuma

Se seu matcha fica flat, as causas podem ser muitas. Listamos algumas abaixo:

  • matcha velho / oxidado
  • preparo errado
  • agitação insuficiente
  • água na temperatura incorreta
  • proporção água x matcha desequilibrada 
  • matcha incrustrado
  • matcha adulterado ou de baixa qualidade

Como obter a espuma perfeita no meu matcha?

Listamos a seguir alguns pontos importantes para o seu matcha ficar super cremoso e propiciar uma experiência prazerosa em seu máximo, como deve ser.

Observe a qualidade do matcha

Opte sempre pelo Matcha de maior grau de qualidade, que é o Cerimonial. É ele quem vai formar aquela espuma perfeita.

Cuidado com a procedência

Atente-se à transparência da origem e dê preferência para matchas vindos de regiões reconhecidas por sua produção, como, por exemplo, Hadong, Boseong e Jeju Island, na Coreia do Sul, e Shizuoka, Uji e Kagoshima, no Japão. Todos os matchas da Namu vêm direto de Hadong, por exemplo.

Atenção à validade

O nosso matcha tem validade de até 2 anos após a data de produção porque, assim como o café, ele também vai perdendo suas características bioquímicas e sensoriais com o passar do tempo. Aqui na Namu trabalhamos sempre com matchas extra frescos, provindos da mais recente colheita, sempre em pequenos lotes e embalados adequadamente para garantir o máximo de qualidade pelo maior tempo possível. 

Armazene seu matcha corretamente

O matcha precisa estar longe de luz direta, umidade e calor. Por isso, é importante mantê-lo na sua embalagem original (a nossa, por exemplo, é em papel kraft com forro em alumínio e ziplock para fechamento hermético). Jamais coloque o matcha em um pote transparente nem deixe-o junto a outros produtos com cheiro forte. Leia nosso  artigo bem detalhado sobre armazenamento de matcha. 

Peneire o matcha

Antes de colocar o matcha no seu chawan ou tigela, passe-o por uma peneira fina com o auxílio do Chashaku, acessório tradicional usado para medir a quantidade ideal de pó. Isso vai ajudar a eliminar os pequenos grumos, deixando-o solto e mais apto a espumar.

Água na temperatura certa

O matcha deve ser preparado sempre em temperaturas amenas, entre 75ºC a 80ºC. Por ser um chá extremamente delicado, altas temperaturas farão com que ele fique extremamente amargo e sem capacidade de aeração. Se a água estiver fria, o pó não irá se dissolver totalmente. 

Use a quantidade correta de água

A proporção recomendada para um matcha perfeito é 2g de pó para até 80ml de água. Se usar muita água, ele ficará inconsistente, insosso e sem espuma. Conte com o auxílio de uma balança culinária no início.

Água tem que ser filtrada ou mineral

Jamais utilize água da torneira para preparar seu matcha! Além de não ser nada saudável, os metais pesados e outras substâncias e partículas presentes podem alterar o sabor e o resultado final. Opte sempre por água filtrada, purificada ou mineral. 

O chasen é o melhor amigo do matcha

O tradicional batedor de matcha, o chasen, é uma peça artesanal de bambu com 100 cerdas super delicadas. Ao bater o matcha vigorosamente com ele, o matcha vai incorporando ar em sua estrutura e formando a espuma perfeita. Se você não tiver o chasen, pode utilizar um minimixer. Jamais use colher, garfo ou hashi para bater seu matcha, pois ele ficará totalmente sem espuma. A coqueteleira também é uma má ideia, já que poderá incorporar ar de forma incorreta e criar bolhas muito grandes. A experiência não será agradável. 

Bata o matcha corretamente

Primeiro, adicione um mínimo de água ao pó, e bata vigorosamente em zig-zag com o chasen até virar uma pasta espessa e cremosa. Depois, adicione o restante da água (use até 100ml para 2g) aos poucos e continue batendo até formar a espuma na superfície. Enquanto estiver batendo o matcha, deixe o pulso firme e movimente a mão pela tigela como se formasse a letra M. Não se preocupe se for difícil no começo, a prática leva à perfeição. 

Utilize o recipiente adequado

Não bata o matcha em copos, taças, ou canecas. Use um chawan, bowl ou tigela, que oferecem espaço suficiente para o pó se dissolver e o oxigênio se incorporar no líquido. 

E aí, gostou das dicas? Seguindo nosso guia, temos certeza de que a sua próxima experiência com o matcha atingirá um outro nível. E se tiver alguma dúvida, entre em contato através das nossas redes sociais.

Os queridinhos!

  • Matcha Premium – Grau Barista

    R$89,00
  • Esgotado

    Matcha Culinário

    From R$59,00
  • Matcha Cerimonial

    R$119,00
  • Esgotado

    Matcha Vanilla 150g

    R$99,00